Paróquia de Odeceixe

pesquisar

 
Sexta-feira, 18 / 03 / 11

A ORAÇÃO

 

A Oração

 

    A "Oração", uma simples palavrinha que muitos desconhecem o significado verdadeiro, no entanto já ouviram dizer que é importante rezar.

Se perguntar-mos a alguém o que é a oração, muito provavelmente teremos uma resposta como: “A oração é um texto escrito que se utiliza para rezar”.

Não está errado, simplesmente está incompleto, a oração é algo muito mais complexo que isso.

E tu sabes o que é a oração?

 

    Bem, uma pequena ajuda:

    A oração é um apelo a Deus, à salvação, em que o homem procura a Deus no desejo de apelar aquele que o criou, por outro lado, Deus também procura a oração com o Homem, sendo este o primeiro passo da oração.

    A oração é um dom de Deus, lugar de aliança e comunhão com Deus.

 

    A oração foi introduzida na igreja cristã aproximadamente no momento em que esta se criou, por meio de Jesus Cristo. Cristo ensinou-nos uma oração muito famosa que, provavelmente, todos conhecemos: o Pai Nosso (Mt 6, 9-13).

Mas nós não estamos limitados às orações escritas. Qualquer um pode realizar uma oração totalmente espontânea e personalizada, uma que se adapte a si, à sua maneira de ser, bem como não estamos limitados a rezar sozinhos, podemos realizar orações comunitárias.

Os tipos de oração existentes também são variados, como a meditação, uma oração maioritariamente mental e muito espiritual e intensa. Cantar também é uma forma de orar, chamar Deus por meio da música é bastante gratificante e harmonioso!

 

“A oração cristã é uma relação de aliança entre Deus e o homem em Cristo”

 

 

 

(Artigo enviado pelo nosso jovem da catequese Filipe Duarte)

 


 

 

Publicado por paroquiadeodeceixe às 20:48
Segunda-feira, 21 / 02 / 11

Cada um precisa do outro...SOMA DE TALENTOS

Se a nota dissesse: ‘Não é uma nota que faz uma música’. …não haveria sinfonia.

Se a palavra dissesse: ‘Não é uma palavra que pode fazer uma página’. …não haveria livro.

Se a pedra dissesse: ‘Não é uma pedra que pode montar uma parede’. …não haveria casa.

Se a gota dissesse: ‘Não é uma gota que pode fazer um rio’. …não haveria oceano.

Se o grão de trigo dissesse: ‘Não é um grão de trigo que pode semear um campo’. …não haveria colheita. Se o homem dissesse: ‘Não é um gesto de amor que pode salvar a humanidade’, jamais haveria justiça e paz, dignidade e felicidade na terra dos homens.

Como a sinfonia precisa de cada nota.

Como o livro precisa de cada palavra.

Como o oceano precisa de cada gota de água.

Como a casa precisa de cada pedra.

Como a colheita precisa de cada grão de trigo.

A humanidade inteira precisa de ti, pois onde estiveres, és único e, por tanto, insubstituível.

Michel Quoist

 

Enviado por Elizabete Fragoso

 

A Paróquia de Odeceixe pergunta:

-O que seria a tua vida sem Deus?



Publicado por paroquiadeodeceixe às 19:05
Sábado, 19 / 02 / 11

Oração a S. Francisco

 

Esta oração foi enviada pela nossa catequista Elisabete Fragoso.

Publicado por paroquiadeodeceixe às 09:28
Sexta-feira, 28 / 01 / 11

E tu? Por que rezas?

Há dias, enquanto “navegava pelos mares da Internet”, encontrei um artigo que me fez pensar…pensar sobre a minha oração! Ou melhor dizendo, sobre a minha falta de oração!

Reflectir sobre isso fez-me bem…muito bem!

Decidi então partilhar convosco esse texto. Espero que vos ajude como me ajudou a mim…

Elisabete Fragoso

 

“POR QUE PRECISO REZAR?


Uma das maiores decobertas que já fiz na vida foi saber que Deus me ama e me acolhe independentemente do que faço, pois Ele me ama a partir do que sou. Neste caso, se eu rezo ou não rezo, Ele continua amando-me com a mesma intensidade. No mundo existem milhões de pessoas que nunca oraram e, no entanto, não deixam de viver. Trabalham, estudam, viajam, fazem descobertas, constroem prédios, vão à praia, ao shopping e vivem naturalmente. Daí vem a pergunta, que já ouvi várias vezes: Então por que preciso rezar?

A resposta pode ser dada de inúmeras formas, mas acredito que a vida diz mais que as palavras. Enquanto escrevo, recordo-me de tantos momentos nos quais, sem saber o que fazer, procurei uma direção da parte de Deus por meio da oração e fui ajudada. Certamente você também já viveu experiências assim e é nessas horas que percebemos o valor da oração em nossa vida.

Padre Kentenich, autor do livro “Santidade de todos os dias”, diz que quando oramos, além de nos assemelharmos a Cristo, que é orante por excelência e nos aproximarmos do Pai, que nos ama em Cristo, nos tornamos também possuidores das riquezas divinas, já que a vida dos santos e cristãos piedosos confirma que os tesouros de Deus estão à disposição daqueles que rezam. Na verdade, existe algo que não podemos esquecer jamais: Não é Deus que precisa de nossas orações, mas somos nós que precisamos de Sua graça, e esta costuma manifestar-se quando a Ele recorremos por meio da oração.

A oração também tem o poder de despertar nossos sentidos para percebermos os presentes que Deus nos dá, mas que, por uma razão ou outra, não conseguimos reconhecê-los. É que quando oramos o Espírito Santo nos devolve a calma, assim temos condições de ver o outro lado da história, tirando os olhos de nós mesmos e do problema em si. Aliás essa é uma das maiores graças alcançadas pela oração. Já que quando estamos com dificuldades, naturalmente acabamos colocando o problema no centro da vida e isso nos impede de encontrarmos solução para ele.

Já ouvi dizer que a oração é como um grito, um pedido de socorro, mesmo que seja no silêncio, e Deus que vê o coração e não deixa quem ora sem resposta. Existe até uma história que pode ilustrar essa afirmativa:

“Conta-se que um navio estando há vários dias no mar, havia-se esgotado sua reserva de água potável. O capitão não avistava margem alguma no horizonte e os viajantes sentiam cada vez mais sede… Até que avistaram um barco que navegava ao seu encontro e, aos gritos, pediram que os socorressem com água doce.

No entanto, obtiveram, também aos gritos, a resposta: ‘Ora, tirai a água do mar e bebei, não veem que é água doce?’ Experimentaram. E recolhendo a água do mar, notaram que, já havia tempo, navegavam em água doce, no imenso estuário de um rio”.

Podemos concluir que se os tripulantes do navio não pedissem ajuda, poderiam morrer de sede estando tão próximos da água doce. Em nosso caso, quando não oramos, corremos o mesmo risco. Ou seja, de estarmos bem próximos da solução, mas não conseguirmos percebê-la.

Por essa e outras razões, considero a oração como algo importante e até diria fundamental para uma vida plena. Ela nos coloca em sintonia com Deus e esta é a maior graça que podemos almejar como cristãos. Também é verdade que quando oramos o brilho da vida divina, que está em nós, brota do interior, como que transfigurando nosso rosto. Não sei se você já observou que as pessoas idosas que levaram uma vida pura e agradável a Deus têm uma aparência sobrenatural; um exemplo claro disso é o inesquesivel e saudoso João Paulo II. Pessoas santas, independente da idade que têm, às vezes nos parecem seres de um outro mundo. É que a oração nos transfigura e nos torna aos poucos semelhantes Àquele a quem buscamos.

Portanto, apesar de saber que Deus nos ama e nos acolhe independentemente se rezamos ou não, temos muitas razões para recorrermos a Ele por meio da oração.

Se hoje você passa por alguma situação dificil, se está atribulado e não sabe a quem recorrer, estou o convidando para rezarmos juntos. É o próprio Senhor quem nos fala: “Vinde a mim, todos vós que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei” (Mateus 11, 28). Jesus chama para si todas as nossas dores, aflições e angústias e nos dá a certeza de que, se crermos na Sua Palavra e guardarmos os Seus mandamentos, seremos libertos do mal.”

 

Dijanira Silva, Canção Nova

http://www.cancaonova.com

Publicado por paroquiadeodeceixe às 18:46
Terça-feira, 08 / 12 / 09

Vamos Orar

 

Na altura em que esperamos pela data que assinala o nascimento do nosso Salvador, daquele que morreu na cruz para nos salvar, vamos rezar.

Então o que se pedia é que todos aqueles que visitam o nosso blog, no local que diz comentário deixassem uma oração ou uma reflexão, cujo tema será o Natal, depois quem quiser assine e diga o local de onde está a orar.

Vamos fazer uma corrente de oração.

Ou então faça só um comentário a uma oração.

Pode fazer todas as orações que quiser.

 

NOTA: Para publicar a oração / comentário / reflexão, basta clicar em como não tem blog, por o seu Nome e o seu mail.

 

 

Publicado por paroquiadeodeceixe às 19:20
"Faz o que podes e reza pelo que não podes, para que Deus permita que possas!" (St.Agostinho)

Mais sobre nós

Outubro 2018

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

links

Dizem que...

mais comentados

Visitas

blogs SAPO


Universidade de Aveiro