Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Paróquia de Odeceixe

"Faz o que podes e reza pelo que não podes, para que Deus permita que possas!" (St.Agostinho)

Paróquia de Odeceixe

"Faz o que podes e reza pelo que não podes, para que Deus permita que possas!" (St.Agostinho)

Fevereiro 18, 2014

paroquiadeodeceixe

Hoje quero partilhar convosco a minha experiência de oração com o meu filho!

 

Durante as sessões de preparação para o Batismo do meu filho,

aprendi que devemos dizer-lhes, desde que nascem,

a oração do Anjo da Guarda, para que,

logo que comecem a falar, o façam sozinhos.

Todas as noites faço isto com ele, rezo a oração…

e ele (que ainda não sabe falar) mostra-se bastante receptivo!

 

 

                        

 

   

   “Anjo da guarda”…

                já pensaram a sério sobre este assunto?

                                         O que é um Anjo da Guarda?


O Anjo é uma criatura celestial, um ser intermediário

entre Deus e os homens.

Tem a função de ajudante ou mensageiro de Deus.

Na Bíblia são feitas mais de 300 referências aos anjos,

usando nomes como Santos, heróis e filhos de Deus.

Os anjos são enviados divinos que protegem e guiam

os seres humanos.
São próximos aos homens, presentes nas tradições

de diversas civilizações (gregos, romanos...).

São feitos de luz e podem estar em vários lugares ao mesmo tempo.

Podem até assumir formas humanas!

Acredita-se que comunicam connosco através de vibrações

e por meio dos nossos sonhos.

O nosso anjo da guarda acompanha-nos, é o nosso guardião,

mas não interfere no nosso livre arbítrio. 

Somos nós que tomamos as nossas decisões

e somos responsáveis pelas mesmas.

Invocá-los com o bem em mente, pode ajudar-nos a ter luz espiritual,

por meio do aperfeiçoamento dos nossos atos e pensamentos,

a sermos pessoas com propósitos positivos.

Todos os dias antes de dormir, durante a nossa “conversa com Deus”,

devemos fazer esta oração tão simples!

E, claro, sempre que entendermos!

Oração do Anjo da Guarda

Anjo da Guarda,
minha companhia,
guardai a minha alma
de noite e de dia.

 

 

 

        Por: Patrícia Viegas Coelho

 

 

 

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Visitas