Paróquia de Odeceixe

pesquisar

 
Sábado, 29 / 01 / 11

"Não te importes da raça nem da cor da pele ama, a todos como irmão e faz o bem"

Sem palavras

 

 

 

 

Publicado por paroquiadeodeceixe às 20:45
Sábado, 29 / 01 / 11

Exposição de Trajes antigos

 

 

 

Decorria o ano de 2008, quando as nossas mentes brilhosas se lebraram de fazer uma exposição de trajes antigos.

Se bem o pensaram melhor o fizeram.

Divulgando por entre os paroquianos a inciciativa, muitos foram os que aderiram, tendo emprestado vários objectos como podem ver na a presantação que se encontra no lik infra indicado


http://www.box.net/shared/sc30ujbsqv

Publicado por paroquiadeodeceixe às 15:08
Sábado, 29 / 01 / 11

Os presépios que faltavam

Sei que vêm um pouco atrasados mas ficam aqui as minhas sinceras desculpas, pois tenho andado muito ocupado e não me tem sobrado muito tempo.

Então aqui vos deixo os restantes presépios.

 

 

Grupo do 10º catecismo

 

 

Jovem do 10º catecismo Filipe Duarte

 

 

Grupo do 2º Catecismo

 

 

Joves do 8º Catecismo, Gonçalo, Daniela, Vera e Rita

 

 

Presépio que se situava no exterior do templo, feito pela nossa paroquiana

Conceição e pela Catequista Carmen

 

 

 

 

 

 

 

Presépio do interior do templo, agora já com o menino Jesus

Publicado por paroquiadeodeceixe às 11:34
Sexta-feira, 28 / 01 / 11

E tu? Por que rezas?

Há dias, enquanto “navegava pelos mares da Internet”, encontrei um artigo que me fez pensar…pensar sobre a minha oração! Ou melhor dizendo, sobre a minha falta de oração!

Reflectir sobre isso fez-me bem…muito bem!

Decidi então partilhar convosco esse texto. Espero que vos ajude como me ajudou a mim…

Elisabete Fragoso

 

“POR QUE PRECISO REZAR?


Uma das maiores decobertas que já fiz na vida foi saber que Deus me ama e me acolhe independentemente do que faço, pois Ele me ama a partir do que sou. Neste caso, se eu rezo ou não rezo, Ele continua amando-me com a mesma intensidade. No mundo existem milhões de pessoas que nunca oraram e, no entanto, não deixam de viver. Trabalham, estudam, viajam, fazem descobertas, constroem prédios, vão à praia, ao shopping e vivem naturalmente. Daí vem a pergunta, que já ouvi várias vezes: Então por que preciso rezar?

A resposta pode ser dada de inúmeras formas, mas acredito que a vida diz mais que as palavras. Enquanto escrevo, recordo-me de tantos momentos nos quais, sem saber o que fazer, procurei uma direção da parte de Deus por meio da oração e fui ajudada. Certamente você também já viveu experiências assim e é nessas horas que percebemos o valor da oração em nossa vida.

Padre Kentenich, autor do livro “Santidade de todos os dias”, diz que quando oramos, além de nos assemelharmos a Cristo, que é orante por excelência e nos aproximarmos do Pai, que nos ama em Cristo, nos tornamos também possuidores das riquezas divinas, já que a vida dos santos e cristãos piedosos confirma que os tesouros de Deus estão à disposição daqueles que rezam. Na verdade, existe algo que não podemos esquecer jamais: Não é Deus que precisa de nossas orações, mas somos nós que precisamos de Sua graça, e esta costuma manifestar-se quando a Ele recorremos por meio da oração.

A oração também tem o poder de despertar nossos sentidos para percebermos os presentes que Deus nos dá, mas que, por uma razão ou outra, não conseguimos reconhecê-los. É que quando oramos o Espírito Santo nos devolve a calma, assim temos condições de ver o outro lado da história, tirando os olhos de nós mesmos e do problema em si. Aliás essa é uma das maiores graças alcançadas pela oração. Já que quando estamos com dificuldades, naturalmente acabamos colocando o problema no centro da vida e isso nos impede de encontrarmos solução para ele.

Já ouvi dizer que a oração é como um grito, um pedido de socorro, mesmo que seja no silêncio, e Deus que vê o coração e não deixa quem ora sem resposta. Existe até uma história que pode ilustrar essa afirmativa:

“Conta-se que um navio estando há vários dias no mar, havia-se esgotado sua reserva de água potável. O capitão não avistava margem alguma no horizonte e os viajantes sentiam cada vez mais sede… Até que avistaram um barco que navegava ao seu encontro e, aos gritos, pediram que os socorressem com água doce.

No entanto, obtiveram, também aos gritos, a resposta: ‘Ora, tirai a água do mar e bebei, não veem que é água doce?’ Experimentaram. E recolhendo a água do mar, notaram que, já havia tempo, navegavam em água doce, no imenso estuário de um rio”.

Podemos concluir que se os tripulantes do navio não pedissem ajuda, poderiam morrer de sede estando tão próximos da água doce. Em nosso caso, quando não oramos, corremos o mesmo risco. Ou seja, de estarmos bem próximos da solução, mas não conseguirmos percebê-la.

Por essa e outras razões, considero a oração como algo importante e até diria fundamental para uma vida plena. Ela nos coloca em sintonia com Deus e esta é a maior graça que podemos almejar como cristãos. Também é verdade que quando oramos o brilho da vida divina, que está em nós, brota do interior, como que transfigurando nosso rosto. Não sei se você já observou que as pessoas idosas que levaram uma vida pura e agradável a Deus têm uma aparência sobrenatural; um exemplo claro disso é o inesquesivel e saudoso João Paulo II. Pessoas santas, independente da idade que têm, às vezes nos parecem seres de um outro mundo. É que a oração nos transfigura e nos torna aos poucos semelhantes Àquele a quem buscamos.

Portanto, apesar de saber que Deus nos ama e nos acolhe independentemente se rezamos ou não, temos muitas razões para recorrermos a Ele por meio da oração.

Se hoje você passa por alguma situação dificil, se está atribulado e não sabe a quem recorrer, estou o convidando para rezarmos juntos. É o próprio Senhor quem nos fala: “Vinde a mim, todos vós que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei” (Mateus 11, 28). Jesus chama para si todas as nossas dores, aflições e angústias e nos dá a certeza de que, se crermos na Sua Palavra e guardarmos os Seus mandamentos, seremos libertos do mal.”

 

Dijanira Silva, Canção Nova

http://www.cancaonova.com

Publicado por paroquiadeodeceixe às 18:46
Quarta-feira, 12 / 01 / 11

Bíblia Vs Telemóvel

Acabei de receber esta lista telefónica e não quis deixar de partilhar convosco

Carregue no link e "telefone"

 

http://www.box.net/files#/files/0/f/0/1/f_592212335

 

Publicado por paroquiadeodeceixe às 18:22
"Faz o que podes e reza pelo que não podes, para que Deus permita que possas!" (St.Agostinho)

Mais sobre nós

Janeiro 2011

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
30
31

links

Dizem que...

  • Boa tarde,peço desculpa pelo meu comentário não es...
  • ola bom dia eu sou uma catequista e gosto muito do...
  • :) não conhecia a história! :)Obrigada pela partil...
  • Muito obrigada pela partilha Patrícia!É um bonito ...
  • Meu Deus eu creio em Ti, só Tu me dás a força para...

mais comentados

Visitas

blogs SAPO


Universidade de Aveiro